FÉ EMOCIONAL X FÉ RACIONAL

 Sabemos que Deus nos criou com sentimentos, emoções e também com a razão. Cada uma dessas características tem sua função. Cada pessoa é particular e não existem duas iguais no mundo. Há aquelas que são mais emotivas onde a emoção prevalece sobre a razão, e vice versa. O ideal é que essas áreas estejam em equilíbrio. Mas, infelizmente, na maioria das vezes não é o que acontece. Parece que o homem tem dificuldade de encontrar o equilíbrio.

  Mas afinal, o que são razão e emoção?

  – Razão: conjunto de faculdades intelectuais; compreensão, discernimento, juízo (julgar a questão), lucidez entre outras.

  – Emoção: é o conjunto de reações variáveis na duração e intensidade, que ocorrem no corpo e no cérebro, geralmente desencadeadas por um conteúdo mental. As emoções são despertadas e são uma resposta a um estímulo externo.

  Quando olhamos para a igreja, vemos que movimentos estranhos tem varrido igrejas no mundo inteiro, o que tem gerado muita preocupação. Não há limite para a criatividade de modinhas. O Brasil, assim como os países latinos, é um território fértil para isso, pois seu povo tem características que proporcionam grande aceitação dessas heresias. Somos um povo com o emocional mais aflorado que outras culturas. Isso não é necessariamente ruim, desde que saibamos trabalhar essa questão. Mas, o fato é que pessoas emocionais são uma porta aberta à falta de equilíbrio e senso crítico daquilo que ouvem, do que veem e até do que vivem. É claro que isso não ocorre somente em países latinos, pois vários desses movimentos são de origem estrangeira, assim como os Estados Unidos e Canadá. Nem todas as heresias trabalham com as emoções do homem, mas as que manipulam a emoção são as que talvez façam o maior estrago na igreja. No Brasil, 70% das igrejas evangélicas são da linha pentecostal e neopentecostal. Não podemos afirmar que todas são heréticas, mas é sabido que essas linhas trabalham com as emoções dos fiéis, dando ênfase no agir sobrenatural de Deus. Mas afinal, o que é a fé emocional e a racional?

  • Fé emocional

 Fé emocional é aquela na qual o fiel baseia sua crença e também seu agir,  naquilo que ele sente. Seu juiz é a emoções. Se essa for positiva, está valendo. Creio plenamente no sobrenatural e nas emoções, e que o agir de Deus pode trazer emoções à minha vida. Porém, a fé não deve ser baseada no agir sobrenatural de Deus ou nas emoções. Estas são consequência da fé e não a causa dela. O ser humano é como um trem, onde as emoções e sentimentos são alguns dos vagões, mas não a locomotiva que faz o trem andar.

 Outra questão que embasa essa prática é quando o indivíduo se ampara em experiências pessoais para dar sustentação a toda sua crença e à própria vida. Há um princípio básico na teologia, de que não se pode princípios à partir de simples experiências.

 Vi uma frase que afirma que a fé emocional é uma fé irracional que vem da carne e da alma. Mas a fé inteligente é racional e vem do nosso espírito, pois nasce do Espírito Santo. Achei isso muito interessante, pois me fez lembrar do grande problema da fé emocional. Como já vimos, ela é baseada nas emoções; e o que lemos em Jeremias 17,9? “O coração é mais enganoso que qualquer outra coisa e sua doença é incurável. Quem é capaz de compreendê-lo?”  Se nosso coração (que gerencia as emoções) é enganoso e chega a ser incurável, pergunto: ele é um bom terreno para edificar minha fé?

 Outra questão que quero salientar. Conhecemos uma árvore pelos seus frutos. Quais são os frutos de uma fé emocional? Trata-se de uma fé que não alcança o mundo e não dá suporte às pessoas quando precisam. Basta ver a quantidade de pessoas desviadas das igrejas pentecostais e neopentecostais. Quando a realidade da vida não condiz com o que se sente ou com o que se acha, a fé entra em contradição e muitas vezes a pessoa desiste.

     2-Fé racional

 Trata-se da fé que busca compreender Deus, sua vontade e seu agir através da Palavra de Deus. Não podemos confundir fé racional com fé científica ou simplesmente uma fé fria e morta.  Isso acontece, mas não é necessariamente uma característica da fé racional, mas sim da pessoal.  Se para os adeptos da fé emocional o estudo aprofundado da Bíblia é mal visto, e em alguns casos até pecado (“a letra mata”), para quem vive a fé racional o estudo da palavra é o fundamento. Vejamos o que Hebreus 4,12 diz: “Porque a Palavra de Deus é viva, e eficaz, e mais cortante do que qualquer espada de dois gumes, e penetra até ao ponto de dividir alma e espírito, juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e propósitos do coração”.

 Lendo a Bíblia vemos inúmeras vezes a importância que é dada à palavra de Deus. As escrituras são citadas centenas de vezes no decorre da Bíblia; ou seja, a própria Bíblia realça a importância de conhecê-la. Romanos 12 fala acerca do culto racional. Devemos nos oferecer em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus. Esse é o culto racional. Paulo continua, afirmando que devemos ter uma mudança na forma de pensar para experimentar a perfeita vontade de Deus. Ora, é na Bíblia que conhecemos a vontade de Deus. A Bíblia é a revelação de Deus para os homens. Não precisamos nada além dela para conhecer Deus e como agir para termos um relacionamento com ele. A fé racional é baseada no estudo da Palavra de Deus, em um andar diário com Deus, e em ter intimidade com ele. Ela até abrange questões da emoção, mas de uma forma diferente que a fé emocional. Isso tem algo a ver com o que C.S. Lewis escreveu em seu livro Cristianismo Puro e Simples: “Se a razão é o meio natural para se compreender a verdade, a imaginação é o meio que dá o seu significado”. Ou seja, razão e emoção andam juntas, mas cada uma tem seu lugar e sua função. A relação entre razão e fé pode ser bem explicada na seguinte afirmação: “O fato do indivíduo se emocionar, mas compreender e estar consciente de suas emoções é uma qualidade que lhe permite desenvolver a capacidade de melhor se relacionar no e com o mundo”. Ou seja, as emoções existem, não devemos ignorá-las, mas elas devem ser compreendidas e administradas pela razão. No trem da vida a razão é a locomotiva que puxa todo o trem onde se encontram as emoções.

 E quais os frutos de uma fé racional? Uma vida equilibrada, consistente e persistente. Podemos citar Jó como um exemplo de homem com fé racional. Ele era íntegro e justo. Lendo o início do livro, vemos que ele levava sua vida com Deus à sério e tinha intimidade com o criador. Mas, como sabemos, ele perdeu tudo. Todos os bens, os filhos morreram e ele ficou doente. Qual foi sua atitude? A esposa aconselhou-o a amaldiçoar Deus e morrer, Isso seria uma reação da fé emocional. As coisas vão mal e eu caio fora. Mas o que ele respondeu? Aceitaremos tudo o que acontecer. Em outra passagem ele afirma: “Deus dá e Deus tira”. Ele não estava tranquilo; sofria demais e pediu a Deus que morresse. Mas sua devoção, sua fé em Deus não era baseada em suas emoções, mas naquilo que ele aprendeu com Deus no seu dia a dia. Sua razão determinava suas atitudes. Será que uma fé baseada em emoções e no sentir produz esse tipo de atitude?

 Vejo absurdos de pessoas dessa fé emocional, afirmando que quem lê e estuda muito a Bíblia perde sua fé. Ou pior; essa semana assisti a um vídeo onde um pastor queimou sua Bíblia dizendo que não vai mais ficar preso às coisas terrenas, mas sim a revelação dos profetas de Deus.  Somente uma fé racional, baseada nas verdades da palavra de Deus pode trazer uma base para nossa vida.Tanto uma base para vivermos da melhor forma aqui na terra, como base para termos uma vida intima com Deus, vivendo a sua vontade, o que nos dará como herança a eternidade ao lado de Deus. As emoções fazem parte de cada um de nós, elas são importantes, mas devem exercer seu papel na constituição do ser humano e não determinar a nossa forma de agir e viver nossa fé.

 

Leia também o texto: SALVOS PELA GRAÇA

Comentários ( 14 )

  1. / ResponderGuida
    Bom dia! Gostei muito deste artigo, pra mim foi bem esclarecedor! Muito bom! Obrigada! Magda.
    • / ResponderGUILHERME AUGUSTO
      Nós que agradecemos o contato e as palavras de incentivo, muito obrigado.
  2. / ResponderLuis Fernando Ferraz
    Texto maravilhoso e equilibrado. Revela a correta forma de como se deve ter contato com a palavra de Deus. A grande maioria das igrejas se apegam apenas aos textos que as favorecem. A fé não deve existir para cegar e desviar as pessoas da verdade e do caminho de Deus, ela existe para edificar o ser humano e para ser o elo entre Deus e o homem.
    • / ResponderGUILHERME AUGUSTO
      É verdade, poxa obrigado pelo retorno.
  3. / ResponderMessias
    Bom dia. Trabalho com os jovens da minha igreja e faremos um acampamento com o tema: "Crer também é pensar" e seu texto servirá de base para a minha pregação. Deus te abençoe e obrigado.
    • / ResponderGUILHERME AUGUSTO
      Que ótimo, fico feliz por isso. Que Deus abençoe o evento de vocês.
  4. / ResponderViviane Santos
    Que Maravilha de texto!!! Já conhecia isso, mas vc conseguiu organizar de forma brilhante. Escreva mais sobre isso por favor
    • / ResponderGUILHERME AUGUSTO
      Escreverei, pode ter certeza. Obrigado Viviane Att, Guilherme
  5. / ResponderJefferson
    Deus te abençoe, obrigado por ter dedicado parte do seu tempo e conhecimento da palavra de Deus, para apresentar as pessoas um evangelho genuíno.
    • / ResponderGUILHERME AUGUSTO
      É uma das minhas alegrias. Obrigado Jefferson
  6. / ResponderIsrael Pádua
    Jeremias 17, 9*, tá errado o capítulo.
    • / ResponderGUILHERME AUGUSTO
      Verdade, acabei de corrigir, obrigado Israel!
  7. / ResponderCamila
    Excelente!!! Exatamente oq Deus vem falando ao meu coração! A alma precisa se sujeitar ao Espírito!
    • / ResponderGUILHERME AUGUSTO
      Que bom que gostou, agradeço o seu feedback! Att, Guilherme

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Você pode usar estas tags e atributos HTML:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.