EMOÇÕES

“Não deixe que a emoção responda por você”

 

Quando novo eu não tinha papas na língua, falava tudo o que dava vontade, com isso, sem querer, magoava muitos dos que eu queria bem.

Com o tempo aprendi a controlar a língua, e a falar de uma forma que não ofendesse meus amigos. Eu caminhei para está mudança primeiro por perder muita coisa por conta do meu modo de falar, segundo, por conhecer pessoas que falavam sem pensar. Olhando de fora eu pude perceber quantas oportunidades estes perdiam por não saberem falar e quanta gente estes magoavam. Isso sem contar com as pessoas que comumente tomam decisões sem primeiro pensar no assunto, se metem em enrascadas por não refletir ou fazer as contas entes de embarcar em algum projeto.

É impossível fazermos uma reflexão quando deixamos que a emoção responda por nós, por não pararmos para refletir no que ouvimos, muitas vezes nos damos mal. Você não sabe o quanto está perdendo quando não ouve em silêncio, quando não respeita a opinião alheia, quando não dialoga de forma respeitosa com quem pensa diferente de você.

Por isso, não deixe que a emoção responda por você, aprenda a pensar e a refletir e aprenda também que às vezes é melhor deixar o tempo passar, a emoção acabar, para depois responder ou tomar alguma decisão, não se esqueça do velho ditado: “Sinceridade que ofende é grosseria”. Com isso, se colocar no lugar das pessoas é inevitável para que possamos nos comunicar melhor e não deixar sermos guiados por todas as nossas emoções.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Você pode usar estas tags e atributos HTML:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.