INSPIRAÇÃO

Sempre gostei de escrever, mas por anos, fui um daqueles que apenas escrevia quando estava inspirado. Com isso, existiam épocas no qual eu ficava sem escrever, não tinha jeito.

Por conta do blog e do fato de querer manter uma regularidade nas postagens, tive que buscar saídas para solucionar a falta de textos para quando eu não estivesse inspirado. Sendo que uma das saídas mais óbvias foi ter uma reserva para estas ocasiões, com isso, precisei começar a escrever como louco, buscando assim construir tal reserva e foi em meio a esta empreitada louca que eu descobri algumas lições importantes.

A primeira grande lição foi começar. Parece algo bobo, mas não é, aprender a começar é uma das lições que mais temos que cultivar e a que menos praticamos. Sempre estamos esperando a hora certa, o momento propício, a hora em que o vento vai soprar uma motivação adequada. A grande questão, para quem vive nestes dias hiperconectados, é que temos estímulos demais e a toda hora, com isso, começar se torna uma missão quase impossível, por isso aprenda a começar. Tenha foco e entenda aonde você quer chegar. Saber aonde se quer chegar já é um meio caminho andado para termos motivação e não cedermos aos estímulos externos.

A segunda grande lição foi entender que muitas vezes a inspiração vem depois que começamos. Quase sempre depois que eu comecei a escrever ou compor, a inspiração veio e eu consegui materializar a ideia. Algumas vezes após começar, acabamos por ter outras ideias, com isso, a produção ser tornava profícua, dando ótimos resultados.

Entenda que escrever é uma pratica, um hábito que você cultiva tendo uma regularidade em sua vida. Quanto mais você escreve mais fica fácil e mais ideias vêm a mente. Sem insistência, estudo e prática, não evoluímos e nem melhoramos. E isso serve para tudo, seja escrita, leitura ou praticar um instrumento, tudo começa com a regularidade da prática, do quanto tempo você dedica a fazer aquela determinada coisa.

Por isso comece com textos pequenos, escreva sem se preocupar com a concordância verbal ou com as palavras. Esboce a tua ideia e deixe para corrigir depois. Com o tempo tudo vai acontecer no automático, “a prática leva à perfeição”, como diz o conhecido ditado popular, é praticando que chegamos em algum lugar.

Não deixe que a inspiração mande no seu projeto, entenda que muitas vezes a inspiração só vai vir quando você começar a fazer. Planeje o seu dia, aprenda a começar e comece aos poucos, que de repente a inspiração aparecerá como um convidado inesperado. É evidente que algumas vezes a inspiração não vem, mas vale a penas manter uma regularidade a fim de cultivar o hábito.

Na dúvida comece, aprenda a ter a persistência, que com o tempo tudo se tornará automático.

Comentários ( 2 )

  1. / ResponderDaniela
    Muito boa reflexão! Obrigada
    • / ResponderGUILHERME AUGUSTO
      Obrigado, Daniela!

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Você pode usar estas tags e atributos HTML:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.