ANTI-INTELECTUALISMO NA IGREJA

É muito comum o anti-intelectualismo em algumas igrejas cristãs, é totalmente normal ouvirmos que “a letra mata, mas o espírito vivifica”, citado de forma totalmente descontextualizada e com uma interpretação totalmente equivocada de 2 Coríntios 3:3, como se o texto nos avisasse que não precisamos estudar a Bíblia, ou que o conhecimento intelectual mata.

Crer nunca foi desligado do pensar, orar e buscar em Deus a iluminação e a sabedoria não nos isenta de estudar e buscar conhecer a palavra, ou algumas ferramentas de interpretação bíblica.

Entenda que Deus nos fez seres racionais, indivíduos pensantes, ao contrario dos animais, que vivem por instinto:

“Deus fez o homem à própria imagem, e uma das mais nobres características da semelhança divina é a capacidade do homem de pensar” (STOTT, 2012, p. 29)

Fomos criados para pensar, com isso, é totalmente contraditório achar que ser cristão é ser algo oposto ao modo como Deus nos criou.

Paulo usou o seu conhecimento de cultura grega para pregar no aerópago. Jesus usou do seu conhecimento bíblico para rebater as tentações no deserto e a Bíblia toda é recheada de orientações que falam de aprender, conhecer e estudar.

No fim, o que eu acho é que muitos cristãos têm preguiça, e para justificar a sua falta de comprometimento com o estudo, eles acabam por demonizar o estudo e enfatizar apenas a oração.

Jonh Sttot, enfatiza o modo racional de como o evangelho chegou até nós, mostrando a contradição que é achar que o pensar também não faz parte da vida cristã:

“Deus se revelou por meio de palavras direcionadas a mentes. A revelação é uma revelação racional para criaturas racionais (STOTT, 2012, p. 35)

Ser cristão é com certeza orar, buscar a Deus e ter intimidade com ele, mas também é gastar um tempo entendendo a sua palavra e também o mundo ao nosso redor, para que como Paulo, no Aerópago, possamos transmitir a palavra com sabedoria.

Crer e pensar é tão importante quanto ter fé. Só ensina quem sabe, só auxilia o próximo quem tem vida com Deus e conhecimento. Caso contrário, seguiremos ensinando coisas que a Bíblia não ensina, como temos visto.

BIBLIOGRAFIA

STOTT, Jonh, Crer é também pensar, ABU Editora, São Paulo, 2012.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Você pode usar estas tags e atributos HTML:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.