A IMPORTÂNCIA DA PRIORIDADE

Eu gosto muito de ler e estudar, não sou professor a toa, faço o que eu gosto e tenho prazer em me debruçar nos livros. Sendo que uma coisa que comumente ouço, por conta da minha rotina de estudos e leituras é: “Eu queria ter o tempo que você tem para ler”.

O que estes não entendem é que tempo é algo raro, ninguém tem, normalmente estamos ocupados por conta de inúmeros compromissos, trabalhos e prioridades. A grande questão é que quando gostamos de algo, fabricamos o tempo. A arte de se dedicar a algo, está infinitamente ligado ao quanto priorizamos aquela atividade. Nilton Bonder, no livro “Alma & política” resume o assunto pontuando que:

“O tempo não é algo que se encontra, mas que se faz” (BONDER, 2018, p. 88).

A vida em nossos dias é muito corrida, por isso que priorizar é o caminho para quem deseja desenvolver algo.

Comece contabilizando o tempo que você passa nas redes sociais e televisão, que você vai ver como você tem muito tempo. Gastamos muito do nosso tempo à toa e deixamos de lado o que é realmente essencial.

Depois estipule um horário para ler e estudar, e cumpra o cronograma sem falhar. Prepare um local silencioso, adequado para o seu tipo de atividade e corte qualquer tipo de distração. Sejam as redes sociais, ou qualquer outra coisa que tire a sua atenção.

Por fim, aprenda a adiar a recompensa. O ser humano funciona basicamente através de um sistema de recompensas, por conta disso que é muito mais fácil ele chegar em casa e se dedicar a coisas que possuem um prazer imediato, por ser fácil e com uma recompensa quase que instantânea, do que seguir executando atividades que proporcionarão uma recompensa algum tempo depois.

O problema é que nos estudos, a recompensa nem sempre vem no momento. É preciso muito empenho para ler e estudar um livro, para depois ficarmos felizes e nos sentirmos recompensados com o conteúdo aprendido ou com um artigo pronto. Ou mesmo acontece ao fazermos uma graduação, que apenas depois de alguns anos, conseguiremos o tão sonhado diploma e colheremos alguns frutos da nossa dedicação.

Quando se trata de atividades importantes, desde fazer exercícios, estudar ou se dedicar a ocupações que demandam tempo e disciplina, é preciso aprender a postergar a recompensa, para assim alcançar o que é importante, mas que demanda mais tempo e esforço.

Não é preciso abandonar as redes sociais, muito menos a TV ou as séries, e sim, separar um tempo para estas importantes atividades e dar a devida prioridade para aquelas tarefas.

Muitas vezes aquela atividade que deixamos de fazer não é por não termos tempo, e sim, por não darmos a devida atenção. Nem sempre priorizamos o essencial, às vezes funcionamos no automático, sem percebermos quanta coisa importante estamos deixando para depois.

Fabricar tempo é basicamente dar prioridade para o que é relevante, tendo o comedimento e a organização como ponto de partida, este é um dos segredos da disciplina.

BIBLIOGRAFIA

BONDER, Nilton, Alma & política: Um regime para seu partidarismo, Editora Rocco, Rio de janeiro, 2018.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Você pode usar estas tags e atributos HTML:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.