NÃO VOS CONFORMEIS

E não vos conformeis a este mundo, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus. (Romanos 12:2)

 Há muito tempo que ouço cristãos usarem este versículo para anunciarem uma vida de santidade, sem pecados. Então, afim de não serem iguais ao mundo, rotulam inúmeros pecados para que assim consigam não agir como o mundo age, não ter a forma do mundo e sair por aí bebendo, fumando, traindo e por aí vai.

Os monges fazem isso, se afastam do convívio das pessoas para ter momentos de reclusão em um lugar onde ele pode meditar e se dedicar a Deus sem se misturar com o mundo e suas práticas.

Mas a coisa fica mais complicada, pois o texto não fala com o que devemos não nos conformar, quais são as práticas “mundanas” que temos que tomar cuidado.  Então, afim de não cairmos no erro, batemos de frente com tudo o que é diferente, seja uma música que não estamos acostumados a ouvir, roupas que nunca tivemos vontade de usar ou comportamentos que nunca vimos na vida. Colocamos tudo isso em um pacote e falamos que é tudo do diabo e seguimos nossa vida ofendendo e magoando pessoas que muitas das vezes nem tem a oportunidade de serem ouvidas ou compreendidas.

Este versículo: Não vos conformeis, é muito amplo e complicado de se por em prática. Mas o que mais esquecemos é que muitas das vezes o que realmente nos faz mal e que contamina nossa vida entra em nosso cotidiano sem ao menos nos darmos conta. O que nos derruba, muitas das vezes tem cara de algo “santo”, costumamos chamar o diabo de derrotado, mas esquecemos que por mais derrotado que ele seja ele não é burro. O Raul já nos avisou sobre isso em uma de suas músicas, se referindo ao diabo:

“Eu nasci a dez mil anos atrás, e não tem nada neste mundo que eu não saiba demais”.

Acredito que este texto não está falando somente das práticas pecaminosas óbvias que conhecemos. Penso que o texto esta nos advertindo quanto a padrões do mundo, conceitos e formas de pensar que invade nossa vida e contamina a nossa existência sem ao menos percebermos. A palavra “conformeis” significa: tomar uma outra forma, conforme uma modelagem, ter a sua vida mudada por algo exterior. Pois o conceito do mundo é passageiro, a moda do mundo muda, a maneira do mundo pensar se transforma, mas quem é seguidor de Cristo tem um padrão, tem uma forma ética de agir e pensar. Acredito que o texto nos exorta a não ter este padrão do mundo na hora de Perdoar, ajudar o próximo, ser justos, buscar as coisas de Deus, buscar a justiça própria.

O mundo fala: Cuide de sua vida. Cristo fala: Ajude o próximo

O mundo fala: Revide quem te fez mal, não se rebaixe, não perdoe.

Cristo fala: perdoe o seu inimigo.

O mundo vive com o seu coração no dinheiro.

Cristo nos manda valorizar o que é incorruptível, o que não está neste mundo.

Este é o padrão do mundo, esta é a forma de pensar que mina e corrompe a nossa vida e os valores que a Bíblia nos ensina. Os objetivos deste século são firmados no prazer próprio, os valores de Cristo são baseados na comunhão e na ajuda mútua

Isso é ser um corpo, isso é ser Cristão, isso é não se conformar.

 

BIBLIOGRAFIA

CARSON, D.A.- Comentário Bíblico Vida Nova, 2 ed., São Paulo SP, Editora Vida Nova,2012

CHAMPLIM, RN. O Novo Testamento interpretado Versículo a Versículo, Editora Hagnos, SÃO PAULO, 2014

Bíblia Sagrada – Bíblia de Jerusalém, Editora Paulus, São Paulo, 2008

Bíblia Sagrada – Nova Tradução na Linguagem de Hoje; Ed. Soc. Bíblica do Brasil ; São Paulo; 2000

0 visualizações