JORNADA CRISTÃ 13: UM GIGANTE DA FÉ

Eu creio que todo o cristão deveria ler alguns importantes clássicos, autores que foram fundamentais para a fé cristã, sendo que Agostinho é o principal de todos, um verdadeiro Gigante da Fé.

Nascido em Tagaste, no norte da África, berço de mais três grandes homens, “Tertuliano, Cipriano e Atanásio”, Agostinho foi um pensador acima da média, mostrando a importância de buscarmos uma compreensão da fé. Autor profícuo, escreveu muitas obras, com uma variedade grande de temas (FERREIRA, 2007, p. 16, 36).

Sua principal e mais conhecida obra se chama “Confissões”, um livro autobiográfico, que tem como propósito falar de sua vida, antes e depois da conversão, além de abordar alguns temas, como por exemplo, a sua visão de Deus. Gosto de como Agostinho descreve Deus, além de belo, considero um interessante resumo de como Deus é:

“Quem sois portanto Deus? Que sois vós, pergunto, senão o senhor Deus? E que outro há além do senhor, ou que outro Deus além do nosso Deus? Ó Deus tão alto, tão excelente, tão poderoso, tão onipotente, tão misericordioso e tão justo, tão oculto e tão presente, tão formoso e tão forte, estável e incompreensível, imutável e tudo mudando, nunca novo e nunca antigo, inovando tudo, cavando a ruína dos soberbos, sem que eles o advirtam; sempre em ação e sempre em repouso; granjeando sem precisão; conduzindo, enchendo e protegendo, criando, nutrindo e aperfeiçoando, buscando, ainda que nada Vos falte” (AGOSTINHO, 2004, p. 39, 40)

Na obra o autor também trata temas como “O problema do mal”, “A eternidade de Deus” e muitos assuntos fundamentais para a fé cristã. É claro que, alguns temas são intrínsecos, difíceis de digerir, mas vale a leitura.

Os dois principais livros de Agostinho são justamente “Confissões” e “Cidade de Deus”, mas o autor possui muito mais abras como: “O livre-arbítrio”, “A graça”, “A natureza do bem”, entre tantos títulos. Contudo, o livro “Confissões” é ideal para dar os primeiros passos na obra do autor. Pois além de ser um clássico, ele discorre sobre vários temas importantes para a fé, como eu pontuei.

Eu li Confissões depois de um bom tempo de estudo e leitura, não é a toa que eu não indiquei a obra em meus primeiros textos, contudo, o livro não é dos mais difíceis, digamos que o nível de dificuldade é médio. Depois de um tempo, e após ter tido contato com literatura mais densa, um livro como este, torna-se uma leitura tranquila.

Reforço o que eu disse em outros textos, é importante ter contato com uma literatura mais densa. E por mais que seja difícil, requer disciplina e persistência na leitura e no estudo, é importante ter contato. É realmente gratificante ler obras mais complexas. Faz você ampliar o seu horizonte de leitura, te tira do comum, e te dá mais repertório.

Um livro muito recomendado, literatura fundamental para quem quer ampliar o seu olhar cristão. Para crescermos, precisamos nos apoiar em gigantes e Agostinho foi um deles.

BIBLIOGRAFIA

Ferreira, Franklin, Agostinho de A a Z, Vida Acadêmica, São Paulo, 2007.

AGOSTINHO, Santo, Confissões, Editora Nova Cultural, São Paulo, 2004.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Você pode usar estas tags e atributos HTML:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.