BEBÊS GIGANTES

“O ser humano do futuro é um bebê gigante que envelhece com expectativas gigantescas dirigidas à sociedade. Porém, ele se recusa a assumir a responsabilidade” (GRÜM, 2014, p. 43, 44).

Não é à toa que ultimamente temos visto muitos seres humanos (ou desumanos) humilhando pessoas humildes, como se um desejo, ou uma vida abastada, lhes dessem o direito de rebaixar os outros. São bebês adultos, que continuam com a mesma mentalidade de uma criança. Acreditando que todos devem lhe servir, e o pior, da forma como eles bem entendem.

São muitas vezes estes que reclamam que não conseguiram realizar os seus sonhos por culpa de terceiros. Os culpados são sempre os outros, nunca são eles. Com isso, tais pessoas nunca mudam. Pois afinal, como sempre deixo claro aqui no blog, para mudarmos, precisamos primeiro assumirmos nossos erros.

Quem é maduro e principalmente adulto, entende as consequências dos seus atos. Ele se posiciona, corre atrás do que precisa e assume seus erros, em busca sempre de mudança.

Viver terceirizando a culpa, crendo estar sendo vítima de terceiros, é assumir entre linhas, o quão infantil é sua forma de pensar. É no final, crer que precisa ser servido, que todos lhe devem algo, que o mundo precisa ressarcir uma dívida de injustiça e descaso.

O mundo não é justo, e nem todos nascem em uma realidade privilegiada. Contudo, um ser humano realmente adulto, assume o comando de sua vida e faz o que pode ser feito com as condições que a vida lhe deu. Nem sempre nascemos nas mesmas condições, mas é possível lutar, e conseguir chegar em uma situação um pouco mais privilegiada do que antes. Basta assumir o controle e arregaçar as mangas.

Uma pessoa bem resolvida, sabe jogar com as cartas que a vida lhe deu. Não estou falando de ficar rico, e sim, de buscar ter uma vida melhor do que a vida que você tem hoje.

Ou você faz, ou se desfaz em uma vida marcada pelo lamento, escolha bem seu lado. É preferível lutar do que estagnar, reclamando da vida, como se todos lhe devessem algo.

BIBLIOGRAFIA

GRÜM, Anselm, Ser uma pessoa inteira, Editora Vozes, Petrópolis, 2014.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Você pode usar estas tags e atributos HTML:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.